Pão italiano sem sova


Eu não tinha a intenção de postar essa receita, mas quando postei esta foto no Instagram, recebi tantas curtidas e foi tanta gente pedindo a receita, que resolvi postar. A receita é do site Panelinha e eu não fiz nenhuma adaptação, por conta da quantidade de fermento, 3 gramas!! Difícil de reduzir.

Preciso chamar atenção para uma coisa: se estiver com pressa, não faça este pão, pois ele fermenta por 12 horas!! Isso mesmo, não está errado, é um pão sem sova e eu acho ideal para se fazer de um dia pro outro (de sábado pra domingo, ou na véspera de um feriado) e ter um pão quentinho no café da manhã, olha que delícia!!!  Apesar desse tempo todo de fermentação, é um pão fácil de fazer, justamente por não precisar sovar a massa.

Por ter uma massa mole, será necessário uma panela com alça que seja resistente ao calor (inox ou ferro), o pegador da tampa também deve ser de material resistente ao calor, aquelas panelas com cabo preto (plástico) não servem, pois o cabo irá derreter. É a panela que irá dar o formato ao pão. A primeira vez que fiz este pão, eu fiz na panela de inox e deu certo, mas confesso que na panela de ferro ficou mais saboroso. 

Este pão se assemelha a um pão rústico de fermentação natural, o sabor dele é um pouco mais ácido, a casca é grossa e crocante e o miolo macio. Vixe... falei demais, segue a receita.

Ingredientes
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
¼ de colher (chá) de fermento biológico seco instantâneo
1 ¼ colher (chá) de sal
1 ½ xícara (chá) de água filtrada
farinha de trigo para polvilhar a bancada
farinha de trigo integral para polvilhar

Modo de Preparo
  1. Numa tigela grande, misture a farinha com o fermento e o sal. Acrescente toda a água de uma só vez e misture vigorosamente com uma espátula para incorporar e desmanchar os grumos de farinha.
  2. Cubra com filme plástico e deixe a massa fermentar por 12 ou até, no máximo, 18 horas (se preferir, prepare a massa no dia anterior e deixe fermentando durante a noite). Evite mexer a tigela e proteja a massa de variações de temperatura – esse é um pão sem sova, é a ação da água que vai formar as cadeias de glúten. Deixe a massa quietinha, ela precisa trabalhar sozinha.
  3. Após o longo tempo de fermentação a massa cresce bastante, triplicando de volume; fica cheia de bolhas, mole e meio grudenta. Forre uma tigela rasa com um pano de prato limpo e polvilhe com bastante farinha de trigo integral – o pão vai descansar e manter o formato na tigela enquanto o forno pré-aquece.
  4. Polvilhe a bancada com bastante farinha de trigo. Vire a tigela e raspe bem toda a massa com uma espátula de silicone. Com a espátula de padeiro, dobre a massa sobre ela mesma, nas quatro direções de fora para dentro. Com um movimento rápido da espátula, vire a massa deixando a emenda para baixo e modele o pão: apoie uma das mãos na lateral da massa e, com a outra, passe a espátula sob a massa, girando para formar uma bola.
  5. Transfira a massa para a tigela forrada com pano de prato, deixando a emenda para cima – dessa forma o pão fica com a parte lisinha para cima ao ser desvirado dentro da panela. Deixe o pão descansar por mais 30 minutos, esse é o tempo exato para o forno pré-aquecer.
  6. Coloque uma panela média, com a tampa, dentro do forno e preaqueça a 230 ºC (temperatura alta). Pode usar uma panela de inox, ferro ou pedra (que não tenha nenhuma parte que possa derreter no forno).
  7. Com cuidado, retire a panela de dentro do forno e polvilhe o fundo com farinha de trigo integral (ou, se preferir, unte a panela com azeite). Vire o pão de uma só vez para dentro da panela, tampe e leve ao forno para assar por 25 minutos.
  8. Passados os 25 minutos, abra a tampa e deixe o pão assar por mais 20 minutos, ou até dourar. Retire a panela do forno e, com cuidado, transfira o pão para uma grade. Deixe esfriar completamente antes de cortar as fatias e servir.
Bom apetite!!!
 

Comentários