Cozinhar não é serviço, é um modo de amar


Hoje é um dia especial e não vou postar receita, é o aniversário da minha mãe! Acho que já deu para perceber que ela é minha grande professora, inspiração e incentivadora na cozinha, com ela, aprendi praticamente tudo que sei. Só fui me aperfeiçoando ao longo do tempo, mas o principal foi ela quem me ensinou. Ainda hoje, ligo pra ela pra perguntar como se faz algumas comidas, e claro, tem que ficar igual à dela, afinal, ela é meu padrão de qualidade!! Sem contar que ela super me incentiva quando quero testar uma receita nova, mesmo achando que vai dar errado e a cara dela quando prova é indescritível! Ela arregala os olhos e diz: está delicioso!!!

Cresci vendo a minha mãe cozinhar e fazendo isso sempre com muito carinho e muito amor. Nunca a vi reclamar porque tinha que cozinhar, acho que ela sempre viu cozinhar, não como um serviço, mas como um modo de amar, ela coloca muito amor na comida, acho que é por isso que fica tão boa, a melhor comida do mundo é a dela. Afinal, o ingrediente principal de qualquer comida é o amor. 

A comida da minha mãe sempre fez muito sucesso, a casa de Lourdinha, ou de tia Lourdinha, é uma casa onde se come muito bem, é assim que os amigos e a família se referem à casa dela, isso porque ela gosta de receber bem as visitas, e para ela, isso tem a ver com comida, ela faz questão de cozinhar. Toda vez, que alguém a visita, ela se preocupa com o que vai servir, diz: o que vou fazer pra fulan@? Se a pessoa não for da Bahia, então, tem que rolar um vatapá, e que vatapá maravilhoso é o dela (em breve, postarei a receita aqui no blog). Acho que por isso que eu gosto de fazer um mimo gastronômico para quem me visita.

Enfim, minha mãe é minha referência na cozinha e tudo isso aconteceu de forma muito natural, ela não me forçou a nada, eu quem pedi para ela me ensinar a cozinhar.

Sou muita grata a Deus por ter essa referência na cozinha, cozinhar já faz parte da minha vida, é orgânico, assim como é na minha mãe. Mainha, feliz aniversário, muito obrigada por todos esses ensinamentos, espero ainda poder comer muito a sua comida e que a senhora passe todos esses ensinamentos para sua netinha, Maria Catarina.

"Cozinhar não é serviço, é um modo de amar!"



Comentários