Que tal fazer o seu próprio pão?!


Um pãozinho quentinho com a manteiga derretida é bom né?! Se for feito em casa, então, melhor ainda! Sempre achei muito bacana quem faz o próprio pão e, um dia, resolvi tentar! Já contei aqui no blog que quando eu estava de licença médica, eu cozinhava como terapia e foi aí que eu descobri a terapia de fazer pão. Inclusive, ganhei um livro de receitas de pães da minha irmã Sarah, no meu aniversário.

Fazer pão é, ao mesmo tempo, trabalhoso e gratificante, tem que sovar a massa, deixar crescer, mas é tão bom olhar para o pão no café da manhã e dizer: fui eu quem fiz! Eu estou encantada pela arte de fazer pães, eu adoro amassar a massa, é terapia mesmo!! Quando você estiver com raiva, com alto nível de estresse, desconta em ninguém não, desconta no pão, coloque toda a sua raiva para amassar a massa, lhe garanto que a raiva passa, você não briga com ninguém e o pão ainda vai ficar fofinho! rs

Essa receita é da minha prima Antônia e é das mais fáceis e práticas. Comi esse pão quando estive na casa dela e amei, então, quando resolvi fazer pão, busquei uma receita que eu tivesse certeza que daria certo e que seria boa e ela prontamente me cedeu essa bela receita via Facebook, viva as redes sociais!! Obrigada, prima!!

Ingredientes
4 xícaras de chá (500g) de farinha de trigo
2 1/2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de sal 
1 colher de sopa (10g ou um pacote) de fermento biológico seco 
1 copo (200mL) de leite morno
1 ovo
2 colheres de sopa (25mL) de óleo

Modo de preparo
  1. Em uma vasilha, coloque a metade da farinha de trigo, o sal, o açúcar e o fermento e misture; 
  2. Em seguida, faça uma covinha no centro da vasilha, acrescente o leite, o ovo e o sal e vá misturando do centro para as extremidades; 
  3. Vá adicionando o restante da farinha de trigo até a massa desgrudar das mãos (talvez você não use toda a farinha); 
  4. Faça uma bola e cubra a vasilha com um pano seco; 
  5. Deixe crescer por cerca de 30 minutos ou até dobrar o volume; 
  6. Após esse tempo, amasse bem ou cilindre a massa até ficar lisinha, enrole o pão e coloque na forma de bolo inglês untada e enfarinhada; 
  7. Cubra a forma com um pano seco e deixe crescer novamente por mais 30 minutos ou até dobrar o volume; 
  8. Coloque para assar em forno médio pré-aquecido até dourar. 
Observações
  1. O leite deve estar numa temperatura em que você consiga colocar o dedo confortavelmente, sem queimá-lo. 
  2. A temperatura do leite é importante para que os micro-organismos presentes no fermento entrem em atividade, o que vai fazer com que eles fermentem e, dessa forma, o pão cresça. 
  3. Se o leite estiver muito quente, vai matar os micro-organismos e, então, não vai haver fermentação. 
  4. A fermentação será mais rápida se você colocar o pão num local abafado, pode ser no armário ou no próprio forno desligado. 
  5. Você pode dividir o pão em dois e guardar a metade na geladeira para durar mais tempo. 
Bom apetite!!!


Comentários

  1. Ai, amei as dicas. Quando Ciro viaja fico praticamente duas semanas comendo queijo coalho com café por falta de pão e algumas tentativas frustradas. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto, agora seus problemas acabaram, Grazi, você pode fazer seu próprio pão e variar o cardápio. Beijo

      Excluir

Postar um comentário