Traduzindo sentimento em algo comestível: Munguzá


Agora vai ter gente dizendo: isso que é canjica, Juliana! Para mim, isso é munguzá e não é comida típica de São João, na casa da minha mãe tem munguzá o ano inteiro e não tem nos festejos juninos.
Essa é mais uma receita que eu aprendi só de ver a minha mãe fazer, café da manhã de domingo com toda a família reunida em casa, tem que ter munguzá! Essa é uma daquelas comidas que envolve muito amor, e, por isso, uma comida para se dividir, difícil de fazer para uma pessoa só, pois rende muito, coloquei somente uma xícara de milho e rendeu bastante, então, chama sua melhor amiga e divide com ela, o munguzá e um bom papo!! Essa receita vai para categoria categoria Receitas para receber.
O preparo do munguzá é um pouco demorado e é dividido em duas etapas, primeiro você cozinha o milho e depois "tempera", temperar é colocar o leite, o que vai dar todo o sabor ao munguzá. Como minha mãe faz para o café da manhã, ela cozinha o milho à noite e conclui o preparo de manhã. Eu faço tudo à noite, como faço com leite condensado, o grão demora um pouco para “pegar o açúcar”, fazendo de um dia para o outro, dá tempo do grão pegar o sabor. Mas nada impede, que você faça tudo na hora de consumir, só espera um pouco o grão pegar o sabor. Você pode fazer com açúcar também, neste caso, o grão já “pega o doce” quando é cozido na panela de pressão. Fica ao seu critério, se você quer dividir em duas etapas ou fazer tudo de uma vez só.

Ingredientes
1 xícara de milho para munguzá
1L de água, aproximadamente
500mL a 1L de leite 
1/2 lata de leite condensado ou 1/2 xícara de açúcar
100g de coco fresco seco
5 a 10 Cravos-da-Índia
2 pedaços de canela em lasca
1 pitada de sal 

Modo de preparo
  1. Coloque o milho de molho em 500mL de água por alguma horas (de um dia para outro ou de manhã para noite);
  2. Na panela de pressão, coloque o milho e a água do molho, acrescente mais água, até ficar uns dois dedos acima do nível do milho;
  3. Acrescente o sal, o cravo e a canela (se fizer com açúcar, coloque agora também);
  4. Cozinhe na pressão por 30 minutos;
  5. Espere sair toda a pressão da panela, abra e verifique se o grão está cozido;
  6. Acenda o fogo novamente, acrescente o leite condensado, a metade do leite e mexa;
  7. Enquanto isso, corte o coco em lascas, bata no liquidificador com 1/2 xícara de leite e acrescente ao munguzá;
  8. Mexa de vez em quando para não grudar no fundo da panela, espere ferver e o caldo engrossar, se ficar com pouco caldo, acrescente mais leite;
  9. Verifique o sal e o açúcar;
  10. Quando o caldo tiver bem grossinho, está pronto! 
  11. Sirva com canela em pó por cima, fica bom demais!!
Bom apetite!


Comentários

  1. Hermana,

    Chorei lendo este post. Tão bonito ver nosso café da manhã de domingo lá em casa sendo ponto de partida para uma receita bem-vinda. Uma delícia ler cada linha. O texto está fofo. Gostei da categoria "receitas para receber".

    Curioso que eu fiz mungunzá estes dias pra Luciano. Comecei terça, à noite, e na manhã da quarta saboreamos. Sobrou uma boa quantidade, e eu convidei Cida e seu pessoal para virem comer, mas ela não viu minha mensagem, por isso, não apareceram.

    Realmente é uma comida que rende bastante.

    Ah, eu não sabia que você usava leite condensado; no que eu fiz, eu acabei colocando menos açúcar do que deveria. No próximo vou me guiar pela sua medida. E outra coisita: eu tiro o leite do coco, vou agora colocar o bagaço também.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ôh hermana, gosto de saber que se emocionou e gostou do texto. Eu uso tanto leite condensado, quanto açúcar, mas com leite condensado fica mais gostoso. Se ficar pouco doce, tem como acrescentar mais açúcar. beijos

      Excluir

Postar um comentário